Medo de trovão

A rotina de dormir do Davi aqui em casa é fazer xixi, escovar o dente, dar boa noite para o papai ou mamãe (dependendo de quem estiver o colocando na cama), fazer oração e dormir. Esse é o pacote básico. Muitas vezes rola uma historinha, um “deita aqui comigo”, um “me dá um carinho” (essa é irresistível!). E às vezes fica chamando a gente no quarto para falar algo nada a ver, só uma enrolação mesmo.

Outro dia, ele me chamou e eu comentei com o Diego “Começou a enrolação”. Mas dessa vez não era. Quando cheguei ao quarto, ele estava meio chorando e disse que estava com medo dos trovões. Cara, manteiga derretida ou não, meu olho encheu de lágrima na hora. Ele não estava de manha, estava com medo de verdade. Trovejava muito mesmo, muitos relâmpagos, temporal daqueles que adultos têm medo. Sou totalmente contra a forçar a criança a se virar quando está com medo, a enfrentar o medo sozinha. Eu com 35 anos detesto enfrentar meus medos sozinha, detesto sentir medo, quando ando de avião e rola turbulência, a primeira coisa que faço é me abraçar no Diego. Se eu estiver sozinha, quase quebro o braço da cadeira mesmo, de tão forte que aperto.

Então, deitei do lado dele, abracei ele bem apertado e expliquei o que era o trovão e que não precisava ter medo dele. Mas que eu ficaria ali até ele dormir. E ali abraçada com ele comecei a chorar, sem que ele notasse. Nem sei explicar direito o meu choro. Mas fiquei viajando, pensando que seria tão fácil se quando ele sentisse medo ou estivesse numa situação difícil eu resolvesse tudo com um abraço. Fiquei pensando que ele vai crescer e um dia eu não vou mais resolver tudo e que ele não vai mais ser um menininho fofo. Viagem total. Mas o tempo passa tão rápido que em muitos momentos me dá essa angústia. Terminei esse momento fazendo uma oração bem longa por ele.

Ontem, voltando da escola, ele disse que uma amiguinha tinha medo do trovão, mas que “Não precisa ter medo, né mãe? Ele é só um barulho bem alto né? É só chuva né?”

É muito, muito, é todo o amor envolvido.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s