Duas metas batidas

Havia duas coisas que eu queria resolver ainda nesse primeiro semestre, combinei comigo mesma que até o inverno eu tiraria a mamadeira do Davi e a fralda para dormir. A mamadeira já estava tomando só uma vez ao dia e de manhã. Porque demorava tanto para tomar o leite no copo que era praticamente uma guerra para que não me atrasasse para o trabalho. Então, o combinado era de dia mamadeira e a noite leite no copo, que também levava uma eternidade.

O bico da mamadeira já estava ridículo, até tentei trocar, mas nem existe mais aquele tipo de bico e foi aí que decidi que de fato tinha que encerrar isso. Por uma razão, já estava me irritando essa mamadeira. E foi muito fácil, nem acreditei. Conversamos com ele que agora ele já era do G3 (a turma da escola), era uma criança grande e deveria só tomar leite no copo. E ele acabou concordando. Uns dois dias de leite no copo, joguei o bico da mamadeira fora, para não cair em tentação caso ele voltasse atrás. Poréééééém, o leite agora vai com um pouco de achocolatado, bem pouco mesmo, nem muda a cor do leite. Até tentei cacau, mas não dissolve no leite gelado e ficar usando mixer não há menor chance. Dilemas resolvidos internamente por ter colocado esse achocolatado, continuo me achando uma boa mãe, embora isso atualmente seja quase um crime.

E quanto à fralda, também alcancei minha meta. Essa nem acreditei! Acabou a fralda dele e quando fui comprar o pacote me prometi que seria o último que ia comprar e decidi iniciar o desfralde. Não comecei antes por pura preguiça. Uma amiga sugeriu e eu fiz um combinado de que a cada noite sem xixi na fralda, ele ganharia um ponto e depois de sei-lá-quantos pontos ele ganharia um prêmio. Comprei dois dinossaurinhos que estavam numa embalagem de presente. Primeira noite, sem sucesso. Acordou com a fralda cheia de xixi e o olhinho encheu de lágrima quando viu que não tinha ganhado nenhum ponto. Mas combinado é combinado. Na segunda noite, Diego que colocou ele para dormir e não colocou a fralda, achou que já estava valendo sem. E ao acordar, falei para irmos tirar a fralda e ele falou que estava sem. Coitado, até perguntei se ele estava mentindo. Sem xixi na cama. E desde essa noite, estamos sem fralda para dormir e sem nenhum escape. Já foram uns 15 dias acho. Quase um milagre! E depois de algumas noites ele ganhou o prêmio. Tinha lido num grupo no Facebook, para comprar tapetinho de cachorro para colocar entre a roupa de cama e o colchão, assim se fizesse xixi não molharia o colchão. Até cheguei a comprar, mas até hoje ele está intacto lá o colchão. Passei a dar o leite um pouco mais cedo também, isso ajudou.

Alívio! Satisfação de meta cumprida. Essas conquistas, aparentemente bobas, são sensacionais, sentimento de vitória total por uma coisa tão simples. Menos uma coisa para resolver, ou melhor, menos duas coisas para resolver. E agora é um menino sem vestígios de bebê.

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s